Nutrição

O uso de medicações para “melhorar” azia, má digestão, refluxo, gastrite

By  | 

Bom dia!!!!

Hoje vou falar de uma coisa que tem sido febre no meu consultório! O uso de medicações para “melhorar” azia, má digestão, refluxo, gastrite… enfim, problemas de estômago no geral!

10569231_10152524666616620_630338611_n

 

Muitos pacientes chegam a mim relatando uso de omeprazol, pantoprazol, tectra … (ou similares) a anos (e muitos até sem indicação médica e sim do vizinho – só Jesus! rs). Dizem que se retirarem a medicação, voltam a sentir queimação, náuseas, vômitos…

Bom, em 99% dos pacientes, quando colocamos em prática a dieta adequada, equilibrando o organismo e colocando o estômago para trabalhar corretamente, a dependência a essas medicações desaparece, e, junto com ela, todos os inúmeros sintomas relatados na primeira consulta (enxaqueca, cansaço, falta de ânimo, queda de cabelo, unhas fracas…)! Isso acontece por motivos que podem ser facilmente explicados!

foto 06

 

Quando o paciente usa qualquer medicação que atrapalhe, bloqueie ou altere a acidez do estômago (tipo o omeprazol), ele atrapalha TODO o processo de DIGESTÃO e ABSORÇÃO de nutrientes. Pensa-se que, para melhorar os sintomas que podem estar sendo causados pela acidez do estômago, simplesmente pode-se desacidificá-lo e pronto! Ok, concordo que tirando a acidez os sintomas gástricos irão desaparecer quase que imediatamente (azia, enjoo, refluxo), contudo, essa medicação é extremamente responsável por induzir um estado de carências nutricionais no paciente além de causar dependência dela pro resto da vida (uma vez que quando a medicação é retirada e a verdadeira causa dos problemas do estômago não é tratada, os sintomas voltam quase que imediatamente). Tomar omeprazol, na maioria dos casos, é cuidar dos sintomas e não da causa da doença.

Texto 03 (2)

Há uma razão no céu e na terra para que o estômago seja ácido não é?! Ele PRECISA ser ÁCIDO! Deus faz tudo perfeito, então, se, naturalmente o estômago é ácido (secreta ácido clorídrico), é porque, naturalmente, o funcionamento corporal correto acontece com ele ÁCIDO! O problema é que as pessoas tem consumido tanta PORCARIA e vivido de uma forma tão errada que o sistema que faz com que a acidez seja controlada se desequilibra, e aí os sintomas gástricos acontecem.

Texto 03 (5)

Precisamos do ácido no estômago para digerir os alimentos e posteriormente, absorve-los (intestino). Sem esse ácido o alimento não consegue ser digerido, fica mais tempo no estômago (causando desconforto) e pode voltar pelo esôfago (causando queimação). O ácido do estômago cria um ambiente favorável para que os minerais e vitaminas fiquem em uma forma correta para serem absorvido. Ou seja, se eu atrapalho a acidez, tenho prejuízos na absorção de nutrientes e estou muito mais propensa a apresentar doenças causadas pela falta de determinados nutrientes como osteoporose (falta de cálcio e muitos outros minerais), ter cãibras e perda de rendimento esportivo (falta de magnésio e potássio), cegueira noturna (falta de vitamina A), TPM mais fortes (falta de vitamina B6 e magnésio), unhas fracas (falta de muitos minerais)…

Texto 03 (1)

Ta aí a mágica que acontece quando o paciente começa a seguir a dieta direitinho, retira esse tipo medicação (na maioria dos casos) e tudo quanto é problema que tinha anteriormente começa a diminuir e até desaparecer!

Fico muito feliz em ver essa melhora nos meus pacientes! É muito bom saber que pude ajudá-los a minimizar e até eliminar vários sintomas que tiravam a ânimo dele até de viver! Isso é seríssimo!

Texto 03 (6)

É claro que esse tipo de medicação é necessária para controle de sintomas e prevenir e ou auxiliar o tratamento de patologias como gastrite, esofagite, úlcera… O problema é que seu uso tem sido desenfreado (qualquer sintoma gástrico já te dão omeprazol) e permanente, sendo que os motivos que levaram o paciente a apresentar tal patologia não estão sendo cuidados (alimentação, estresse, atividade física…).

Acorda meu povo! Não aceitem qualquer medicação sem perguntar o porque e até QUANDO irão ingeri-la. Vamos cuidar do que nos levou até aquela situação, e não só controlar sintomas. Toda medicação tem efeitos indesejados, principalmente se forem ingeridos por períodos longos de tempo!!!

Bora cuidar da alimentação para evitar o uso de medicações que podem ir só se acumulando com o passar da idade?!!!

Mariana Talhate

Nutricionista, graduada pela Universidade Federal do Espírito Santo, nascida em Vitória, mudou-se para Cachoeiro no ano de 2000. Em 2007 ingressou na Universidade, o que a fez mudar-se para Alegre, onde morou em uma república junto as melhores amigas, o que rendeu muitas vivencias inesquecíveis. Trabalha atualmente em seu consultório, aplicando os conceitos da nutrição funcional e esportiva para cuidar de seus pacientes. Ama sua profissão, adora a família e o namorado (e todos os momentos juntos), e, acima de tudo, acredita que a vida está completamente nas mãos de Deus, e que é exatamente nesse lugar que ela deve estar.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *